Produzindo vídeos imobiliários

videosVale a pena o esforço?

Respondendo à pergunta do subtítulo, SIM vale o esforço.

De acordo com um estudo feito pela National Association of Realtors (NAR) em parceria com o Google, 27% dos compradores assistiram a vídeos durante a busca ao imóvel pretendido. O título desse estudo é “The Digital Hunt” e foi realizado nos Estados Unidos com clientes que compraram imóveis entre junho de 2011 e julho de 2012.

É claro que o mercado imobiliário é uma realidade muito local, não temos como afirmar que os vídeos vão ocupar o lugar das fotografias, o certo é que sites com vídeos têm 53 vezes mais chances de serem posicionados na primeira página de resultados do Google do que as páginas apenas com texto.

Esse mesmo estudo já aporta que 51% dos compradores que utilizaram vídeos durante o processo de compra os viram no Youtube e que a a pesquisa por imóveis neste site cresceu 46% no ano de 2011 e hoje já é o segundo mecanismo de busca mais utilizado na internet.

As imobiliárias não podem ficar de fora da maior plataforma de hospedagem de vídeo da internet. Não fique imaginando que para produzir vídeos é caro, demorado ou difícil, “antes feito que perfeito”. Veja algumas dicas para a produção de vídeos e comece o quanto antes.

Vai precisar de basicamente três coisas: câmera, roteiro, edição:

Câmera: Uma portátil é ótima opção, mas a que está no seu bolso (celular, smartphone) na maioria dos casos vai ser suficiente.

Roteiro: A gravação deve cobrir uma sequência simplificada de passos, como por exemplo: Introdução, Onde, O que, Ação e Encerramento.

Edição: Existem diversos programas gratuitos para a edição dos vídeos e bem fáceis de usar. Em boa parte das câmeras é possível postar os vídeos no Youtube até de maneira direta através dos seus programas de edição (ex.: iMovie para IOS). Outra maneira é produzir um conteúdo de maneira “One Shot”, ou seja, sem edição.

Em relação ao conteúdo de seus vídeos, eles podem falar sobre: Imóveis, bairros (ou zonas), apresentação pessoal ou ainda institucional/corporativo.

Imóveis: A ideia aqui é de levar seus clientes a uma visita guiada através do vídeo, esse por sua vez pode ser feito até mesmo com um slideshow de fotografias do imóvel. Acrescente efeitos sonoros, legenda ou uma narração. Os vídeos vão funcionar para os clientes compradores como um elemento diferenciador na apresentação e será também um excelente argumento na hora de se captar imóveis, mostrando aos proprietários todos os serviços que se pode oferecer aos mesmos.

Bairros (ou zonas): Dê um conhecimento maior do bairro aos seus clientes, proporcione ao mesmo um pequeno tour pelo bairro e locais de interesse. Aproveite para incluir testemunhos de vizinhos ou de pessoas que trabalhem na região, este é um ótimo argumento para conhecer melhor o local e tomar conhecimento de eventos locais e assim pode até planear ações futuras.

Apresentação Pessoal: É uma forma diferente de se apresentar assim também como o seu currículo. Aproveite para fortalecer os serviços que pode oferecer ou para dar conselhos aos seus clientes acerca da compra ou venda do seu imóvel. Será fundamental as pessoas o conhecerem como profissional especialista em mercado imobiliário e além disso reconhecerem também a sua fisionomia.

Corporativo: Elabore um vídeo corporativo para reforçar a sua marca. Associe o vídeo a conceitos como a experiência, o trabalho em equipe, a liderança ou a comunidade local. Procure contar a história da sua marca de uma forma criativa e diferente – este é o principal ingrediente para que as pessoas não esqueçam o seu vídeo e a sua empresa

Conseguir fazer com que os clientes assistam aos vídeos pode ser um desafio, então defina bem seu público alvo, o roteiro e principalmente o “call to action” (chamada à uma ação) que leve os clientes a ver e compartilhar os vídeos.

Na produção do vídeo escolha um local calmo para filmar, procure a iluminação correta, que pode muitas vezes ser a luz natural. Faça alguns testes até encontrar o melhor ajuste. Se for preciso faça uso de refletores simples, o resultado pode ser surpreendente. Mas tenha bom senso a grandes efeitos especiais ou a grandes enredos.

O tempo de duração não deve passar de 2 minutos e é importantíssimo que esteja atento às estatísticas, como base nelas poderá adequar inclusive o tempo de duração dos seus vídeos. Dê sempre atenção aos comentários que forem feitos aos vídeos, a partir deles você poderá melhorar a qualidade de suas produções e passará a extrair melhores resultados.

Além da publicação no Youtube, é muito importante que divulgue os seus vídeos, e a forma mais eficaz é  compartilhando nas redes sociais (Facebook, Google Plus, Linkedin, Twitter e outros).

Seja através de produções mais elaboradas ou através de vídeos caseiros explore essa possibilidade do mercado on-line e tenha 10 vezes mais probabilidades de se gerar uma resposta de seus clientes com os vídeos do que com as outras opções de marketing tradicional, você aumentará não só o tráfego on-line, mas sim as oportunidades de se concretizar um negócio.

Bons negócios!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s